Saturday, October 15

Inferno #36: sorte!

Há coisas que me aconteceram esta semana que me fazem pensar "epá, sou mesmo uma gaja cheia de sorte":
  • Decidi que ao invés de ir ao meu turno de uma aula, que é às sextas-feiras, iria ao turno anterior, o das quintas-feiras.

RESULTADO: Eu até programei o despertador, mas como sou uma gaja cheia de sorte, a luz faltou nessa noite durante hora e meia (ou seja, algures nas 5 horas que eu dormi) e no dia seguinte quando acordei, o relógio estava atrasado e o despertador desprogramado.

  • Decidi tomar café antes de uma aula das oito da manhã - para conseguir captar alguma coisa de jeito.

RESULTADO: Fui ao bar e já ia pedir o café, mas como sou uma gaja cheia de sorte, percebi que só tinha 9 cêntimos na carteira. Então fui levantar dinheiro (ir à aula sem café é que não!), mas como eu sou uma gaja cheia de sorte não havia dinheiro na máquina (e só voltou a haver quando uma outra pessoa, que não eu, precisou de levantar dinheiro).

  • Decidi levar uma blusa menos decotada, para que não se repetissem incidentes aborrecidos.

RESULTADO: olharam-me para as mamas descaradamente, como se eu não estivesse ali.

Mas será que alguém me pode dizer o que se passa de errado com o universo? É que não é suposto ser assim, ou será impressão minha? Ou isto é só uma longa maré de azar?

8 comments:

Pedrito said...

Parece-me a mim que o acto de te olharem para as mamas não será de todo azar...mas isto sou eu a afirmar...até porque para as minhas não custumam olhar...já o contrário não se pode dizer...mas como já ouvi algumas vezes o que é bonito é para se ver!!! Portanto...deixai esses decotes lavar a vista a muito rapaz e rapariga, dependendo da preferância sexual (isto agora já se tem que ser assim)...
Ah é verdade obrigado pelo comentário que deixas-te no meu blog...e retribuindo...o teu pelo que li está bastante interessante...já agora nós conhecemo-nos???****

Francisca C. said...

Pois, devo dizer que não é a sensação mais agradável do mundo, mas cada um com a sua opinião...
Sim, conhecemo-nos, mas não vou revelar de onde (questões de identidade...).

Pedrito said...

Pois já percebi...mas também não é dificil perceber quem és...pensando um pouco...a questão do filme e das mamas denuncia-te (lol)...gostava era de saber como é que descobris-te o meu blog...não me lembro de to ter dado...

Francisca C. said...

Isso agora...

Pedrito said...

Quer dizer...ao menos contacta-me para confirmares se és quem eu estou a pensar...assim aqui nng percisa de saber quem és...fico à espera...

Francisca C. said...

Pois, parece-me que não é desta que descobres se o teu palpite está certo ou errado, mas parece-me também que está errado...

Pedrito said...

Pois já vi que sim,mas podias ser simpática e dizeres-me só a mim quem és...eu não conto a ninguém...sabes bem que não sou de contar segredos...ou será que não sabes???

Francisca C. said...

Dizem que a curiosidade matou o gato...